Páginas

Translate

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Balanço Orijunior e Objetivos 2012

Na medida de continuar a evoluir tecnicamente, nos dias 19 a 22 de Dezembro estive presente no 5.º Orijunior que decorreu na Marinha Grande.

Os treinos deste estágio focaram-se essencialmente nas curvas de nível de modo a aproveitar da melhor maneira estes terrenos.

Treinos de curvas de nível são os que mais dificuldades me provocam, ainda para mais quando não levo bússola ou quando o mapa é em círculo.

Este foi um estágio com 3 treinos por dia, o que acabou por se revelar, pelo menos para mim, um pouco desgastante. Voltei para casa com uma inflamação no gémeo esquerdo. No entanto, acho que foi a melhor forma de aproveitar 3 dias para treinar com mapa e amanhã já possa voltar a correr.

Estamos no final do ano e está na altura de apontar os objetivos para todo o ano 2012. São eles, se tudo correr bem e se não houver lesões:


-A nível do atletismo (apesar de não ter muitas oportunidades de ir à pista):
  - 1000m: 2'45''
  - 1500m: 4'20''
  - 3000m: 9'15''

-Orientação:
  -EYOC2012, escalão H18:
   -15 primeiros lugares sprint
   -30 primeiros lugares Longa
   -6 primeiros lugares na estafeta (Este último aspeto será o mais importante a focar nos meus treinos técnicos pois é também um dos mais importantes para mim)


Cumprimentos e FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO :)

Filipe Augusto

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pequeno Desabafo

Boa tarde,

Hoje vim por este meio, que de certo não será humilde da minha parte, comentar o excelente comentário e análise de prova feito por Samuel Leal neste post no seu blogue/site.
É certo que o blogue é um espaço onde se pode expressar livremente a sua opinião, mas não desta forma. Penso que não sou o único a pensar assim.

Samuel é um atleta que tem como principais objetivos.... pódios (?) e ganhar um pedaço de latão para meter ao pescoço.

Foi então que este sábado ganhou mais um pedaço de latão concluindo o seu objetivo de alcançar 25 pódios. Mas este, para si, ao que parece, teria um sabor particular. Ele competiu sozinho!! Ele, "que é o atleta mais bem preparado do escalão" (como assim o afirma), deixou os restantes atletas a competir pelo 2.ºLugar! Boa Sam, SALPICA!

Paródia à parte, não me parece que o Samuel deva tirar conclusões gerais a partir duma única prova. Porque um atleta preza por humildade.

Primeiro tem que ver que nem todos os seus "rivais" apontam para objetivos como ganhar pódios e que também estes são capazes de o deixar a largos minutos mesmo errando, quer em provas médias quer em provas longas, e também capazes da ganhar quase todos os parciais.

Tem também de ter a mínima noção de os objetivos e os meios para os alcançar que os seus "rivais" têm de usar para os alcançar.

Dou o meu exemplo, que tenho como objetivos grandes feitos quer individual quer por equipa no EYOC2012 e quiçá participar no JWOC2012. Porque é isso para que os seus "rivais" trabalham e é para isso que estes se preparam e não para uma prova insignificante da taça de nível 2.




Os seus 187Km não chegam a representar nem metade do meu trabalho feito nos últimos 4 meses e meio (aqui representados apenas Setembro, Outubro, Novembro) que se resumem em mais ou menos 400Km e 30horas de treino por mês. É certo que é preciso grande dedicação e força para conciliar a vida de atleta com a vida de estudante e adolescente mas quem tem "objetivos não olha a meios".

É por isto tudo que Samuel tem de ter mais cuidado do que fala para não tirar conclusões precipitadas a cerca da sua condição física que traduz o seu gigantesco ego, pois não sabe quais os objetivos de um verdadeiro orientista e por tudo o que este passa.

Encontra-nos-emos nos testes físicos amigo, se estes entrarem nos objetivos :)

Cumprimentos,

Filipe Augusto

sábado, 3 de dezembro de 2011

Época terminada & Corta-mato de Portel

Hoje, tinha como planos participar na última prova da Taça de Portugal que decorreria em Coruche e no Corta-Mato de Portel, percurso com 3Km (para Juvenis).

Então segue a análise da prova:

Mapa da Lamora, percurso com 7.1Km e 280m de desnível


Terminei com o tempo de 53:37, tendo perdido cerca de 10mins na prova. 
Erros esses mais flagrantes na parte inicial (Pontos 1 e 2). Isto aconteceu porque quando peguei no mapa tive um grande choque visto que não pegava num há já algum tempo.

"Será que deva desistir?", pensei eu, "Ainda tenho o corta-mato daqui a nada e já não deitei a prova por água abaixo!" 
"Não!", continuei e não desisti. Porque desistir é fácil mas superar os obstáculos é o mais complicado. Eu coloquei um obstáculo ainda maior que ao que já tinha e tentei superá-lo da melhor maneira.

Fiz o resto da prova a ritmo controlado (um bocado a pensar na prova de corta-mato) e tentando não errar muito, se bem que acumulei mais de 4' de erros nos pontos a seguir aos 7' perdidos anteriormente!

Enfim, não poderia esperar muito com 11' de tempo perdido. (In)felizmente obtive o 2.º Lugar. Lugar este que não reflete a minha prestação e muitos outros deveriam ter sido capazes de ficar à minha frente.

----

Parti em Coruche ao meio dia e cheguei à uma da tarde. Na tentativa de chegarmos a horas ao Corta-mato de Portel que iniciaria às 15:45, metemo-nos logo na carrinha.
Chegamos precisamente a tempo de ver os do meu escalão partir. Enfim! 
Fui para lá foi para correr e não com o objetivo de ganhar um pedaço de latão. Então fui correr com os Seniores/Juniores/Veteranos que tinham 6Km. Fiz apenas 3 voltas correspondentes aos 3Km do meu escalão e parei. 
Acabei com 10'14'', o que prefaz uma média ao Km de 3'25. Tendo em conta que tinha nas pernas mais de 10Km da prova de Orientação e que fui solto toda a prova e tendo a consciência que não cheguei ao meu máximo, posso considerar a minha prestação bastante positiva quer em termos de recuperação quer em termos de andamento!!




Aqui vou a puxar pelo Parreira, o corajoso que fez os 6Km!


Mais um dia bem passado e de bicho!

Vou dando notícias,
Filipe Augusto