Páginas

Translate

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Balanço Orijunior e Objetivos 2012

Na medida de continuar a evoluir tecnicamente, nos dias 19 a 22 de Dezembro estive presente no 5.º Orijunior que decorreu na Marinha Grande.

Os treinos deste estágio focaram-se essencialmente nas curvas de nível de modo a aproveitar da melhor maneira estes terrenos.

Treinos de curvas de nível são os que mais dificuldades me provocam, ainda para mais quando não levo bússola ou quando o mapa é em círculo.

Este foi um estágio com 3 treinos por dia, o que acabou por se revelar, pelo menos para mim, um pouco desgastante. Voltei para casa com uma inflamação no gémeo esquerdo. No entanto, acho que foi a melhor forma de aproveitar 3 dias para treinar com mapa e amanhã já possa voltar a correr.

Estamos no final do ano e está na altura de apontar os objetivos para todo o ano 2012. São eles, se tudo correr bem e se não houver lesões:


-A nível do atletismo (apesar de não ter muitas oportunidades de ir à pista):
  - 1000m: 2'45''
  - 1500m: 4'20''
  - 3000m: 9'15''

-Orientação:
  -EYOC2012, escalão H18:
   -15 primeiros lugares sprint
   -30 primeiros lugares Longa
   -6 primeiros lugares na estafeta (Este último aspeto será o mais importante a focar nos meus treinos técnicos pois é também um dos mais importantes para mim)


Cumprimentos e FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO :)

Filipe Augusto

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Pequeno Desabafo

Boa tarde,

Hoje vim por este meio, que de certo não será humilde da minha parte, comentar o excelente comentário e análise de prova feito por Samuel Leal neste post no seu blogue/site.
É certo que o blogue é um espaço onde se pode expressar livremente a sua opinião, mas não desta forma. Penso que não sou o único a pensar assim.

Samuel é um atleta que tem como principais objetivos.... pódios (?) e ganhar um pedaço de latão para meter ao pescoço.

Foi então que este sábado ganhou mais um pedaço de latão concluindo o seu objetivo de alcançar 25 pódios. Mas este, para si, ao que parece, teria um sabor particular. Ele competiu sozinho!! Ele, "que é o atleta mais bem preparado do escalão" (como assim o afirma), deixou os restantes atletas a competir pelo 2.ºLugar! Boa Sam, SALPICA!

Paródia à parte, não me parece que o Samuel deva tirar conclusões gerais a partir duma única prova. Porque um atleta preza por humildade.

Primeiro tem que ver que nem todos os seus "rivais" apontam para objetivos como ganhar pódios e que também estes são capazes de o deixar a largos minutos mesmo errando, quer em provas médias quer em provas longas, e também capazes da ganhar quase todos os parciais.

Tem também de ter a mínima noção de os objetivos e os meios para os alcançar que os seus "rivais" têm de usar para os alcançar.

Dou o meu exemplo, que tenho como objetivos grandes feitos quer individual quer por equipa no EYOC2012 e quiçá participar no JWOC2012. Porque é isso para que os seus "rivais" trabalham e é para isso que estes se preparam e não para uma prova insignificante da taça de nível 2.




Os seus 187Km não chegam a representar nem metade do meu trabalho feito nos últimos 4 meses e meio (aqui representados apenas Setembro, Outubro, Novembro) que se resumem em mais ou menos 400Km e 30horas de treino por mês. É certo que é preciso grande dedicação e força para conciliar a vida de atleta com a vida de estudante e adolescente mas quem tem "objetivos não olha a meios".

É por isto tudo que Samuel tem de ter mais cuidado do que fala para não tirar conclusões precipitadas a cerca da sua condição física que traduz o seu gigantesco ego, pois não sabe quais os objetivos de um verdadeiro orientista e por tudo o que este passa.

Encontra-nos-emos nos testes físicos amigo, se estes entrarem nos objetivos :)

Cumprimentos,

Filipe Augusto

sábado, 3 de dezembro de 2011

Época terminada & Corta-mato de Portel

Hoje, tinha como planos participar na última prova da Taça de Portugal que decorreria em Coruche e no Corta-Mato de Portel, percurso com 3Km (para Juvenis).

Então segue a análise da prova:

Mapa da Lamora, percurso com 7.1Km e 280m de desnível


Terminei com o tempo de 53:37, tendo perdido cerca de 10mins na prova. 
Erros esses mais flagrantes na parte inicial (Pontos 1 e 2). Isto aconteceu porque quando peguei no mapa tive um grande choque visto que não pegava num há já algum tempo.

"Será que deva desistir?", pensei eu, "Ainda tenho o corta-mato daqui a nada e já não deitei a prova por água abaixo!" 
"Não!", continuei e não desisti. Porque desistir é fácil mas superar os obstáculos é o mais complicado. Eu coloquei um obstáculo ainda maior que ao que já tinha e tentei superá-lo da melhor maneira.

Fiz o resto da prova a ritmo controlado (um bocado a pensar na prova de corta-mato) e tentando não errar muito, se bem que acumulei mais de 4' de erros nos pontos a seguir aos 7' perdidos anteriormente!

Enfim, não poderia esperar muito com 11' de tempo perdido. (In)felizmente obtive o 2.º Lugar. Lugar este que não reflete a minha prestação e muitos outros deveriam ter sido capazes de ficar à minha frente.

----

Parti em Coruche ao meio dia e cheguei à uma da tarde. Na tentativa de chegarmos a horas ao Corta-mato de Portel que iniciaria às 15:45, metemo-nos logo na carrinha.
Chegamos precisamente a tempo de ver os do meu escalão partir. Enfim! 
Fui para lá foi para correr e não com o objetivo de ganhar um pedaço de latão. Então fui correr com os Seniores/Juniores/Veteranos que tinham 6Km. Fiz apenas 3 voltas correspondentes aos 3Km do meu escalão e parei. 
Acabei com 10'14'', o que prefaz uma média ao Km de 3'25. Tendo em conta que tinha nas pernas mais de 10Km da prova de Orientação e que fui solto toda a prova e tendo a consciência que não cheguei ao meu máximo, posso considerar a minha prestação bastante positiva quer em termos de recuperação quer em termos de andamento!!




Aqui vou a puxar pelo Parreira, o corajoso que fez os 6Km!


Mais um dia bem passado e de bicho!

Vou dando notícias,
Filipe Augusto

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Campeonatos Absolutos 2011

No passado fim de semana realizaram-se os campeonatos absolutos nos terrenos exigentes, do ponto de visto técnico, de S. Pedro do Sul.
Adorei os terrenos e os mapas, eram bastante bons e até, pelo menos no segundo dia, parecidos ao que há lá fora.

Escrevo com um pouco de melancolia visto que não me apurei para a Final.  Embora já tivesse feito erros, continuava a ganhar a prova mas nos últimos dois pontos perdi a prova, erros esses cometidos por desconcentração (visto que já estava com a confiança de ser apurado e de já estar no fim).





É pena não ter ido à Final, penso que seria capaz de grandes coisas.


No dia seguinte, ainda um pouco frustrado, decidi abstrair-me do que poderia fazer na Final e pensar no que fazer para me redimir.
Fui errando, perdendo cerca de 3 a 4 minutos em toda a prova, sendo que o mais flagrante é o ponto 14. Outra vez no final da prova, porém desta vez concentrei-me mais e não deixei a mim mesmo cometer o mesmo erro 2 vezes.






 Consegui então o 1.º lugar na prova e na geral, no entanto foi um pouco agridoce.






Mas nem tudo foi mau, os meus colegas de equipa conseguiram o título de campeões absolutos! Venho por isso dar-lhe os parabéns! Maior destaque vai ainda para o meu colega de equipa que, com 17 anos, conseguiu o 4.º lugar, Luís Silva! :)

Vou contando novidades,
Cumprimentos orientistas!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Portugal "O" Summer (WRE?)

Ainda fresco do Portugal "O" Summer que decorreu no f-d-s passado na serra do Alvão, venho fazer o balanço da competição.

- Sábado - 3.3km - Control Picking (21 Pontos de controlo)




Início de prova calmo e tentar não errar. Até que chegou o ponto de controlo nº 4 (13'30'' perdidos = prova perdida) e fui apanhado pelo Baltazar. A partir daí tive uma mudança de ritmo brutal e apenas errei no ponto 10 e 12, o que foi suficiente para ele me passar outra vez.
Ganhei em 11 parciais, mas com 13'30'' perdidos num só ponto e mais 2' noutros dois não é algo que se espere recuperar. Estava à espera de ficar bastante mais para trás mas ao que parece não fui o único a ter problemas.



- Domingo - 4.5km - 20 pontos (WRE?)








Início de prova agressivo, ainda frustrado da prova do dia anterior. Algumas hesitações e desvios no início mas nada demais, pelo menos até ao ponto 7. No ponto 7 perco mais de 1'30'' ao desviar-me (não sei porquê) e depois a tentar relocalizar-me. Devido a esse erro, para o ponto 8 e 9 hesitei bastante o que me fez perder mais 2'. Nada estava perdido, pelo menos até ao ponto 10 onde perco 4minutos ao passar por ele e nem sequer meter a hipótese de que aquele seria o meu ponto visto que estava junto a uma casa, coisa que no mapa, no círculo, não estava. Desmotivação e frustração total. Mais tempo perdido por desconcentração e hesitação nos pontos 12, 13, 14, 16 e 19.

Não sei o que se passou, não sei se foi a minha cabeça que não estava formatada para estes terrenos ou se foi a cartografia (pelo menos no ponto 10 de domingo sei que foi isso que falhou e me fez perder a prova).
Foi uma boa maneira de avaliar o meu físico em competição e o que estou capaz de fazer com um mapa.
Duvido que apareça no Ibérico em Alicante. Se sim, até lá, se não, até aos Absolutos.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

O' Festival ERDF - WOC 2011 TOUR

Nos dias 10 a 20 de Agosto participei no O' Festival ERDF (WOC 2011 tour), onde tive a oportunidade de presenciar os atletas de topo mundial a competir. A prova que mais gozo me deu ver foi a final de sprint visto que, no fim, Daniel Hubbman sagrou-se campeão. Porém a prova que mais me entusiasmou e me fez vibrar foi a estafeta feminina que, pelos erros de todas as atletas, nunca estaria decidida até ao ÚLTIMO SEGUNDO sagrando-se assim a Finlândia como campeã feminina de estafetas graças à prova de Minna Kauppi (eu estive sempre a torcer por ela porque, apesar de ter errado bastante, conseguiu recuperar e ainda conseguir dar um sprint final fantástico vencendo a República Checa por um escasso segundo!)

Tive também a oportunidade de correr nos mesmos terrenos fantásticos que esses campeões em Savoie Grand Revard. Competi no escalão H18 sendo, assim, juntamente com os meus dois companheiros de clube João Rato e Gabriel Martins, o atleta mais jovem (de 95). Classifiquei-me na 55º posição num total de 125 atletas, o que foi bastante positivo tendo em conta que não tinha qualquer experiência naqueles terrenos e estava com 3 semanas de treino.

Vou fazer aqui o balanço das provas e a análise da prova que mais gozo me deu fazer e a que me correu melhor.

Na primeira etapa entrei com calma e não perdi muito tempo nos primeiros controlos, mas lá mais para o fim perdi bastante tempo!
Na segunda etapa senti-me bastante mal disposto e não sabia o que estava a fazer por isso decidi desistir antes de chegar ao ponto 10.
Na terceira etapa senti um grande choque em relação ao terreno em relação a progressão e em dificuldade técnica, perdi tempo em todos os pontos e muito tempo em vários pontos!
Quarta etapa, prova de distância LONGA com uma parte inicial bastante técnica e com a segunda metade a fazer valer quem mais corria:




1º Lugar: 


66º Lugar:
Diferença para o primeiro lugar: 50 minutos!!

Erros e razões pelo tempo perdido:
1.º Ponto: Má entrada no mapa, muita hesitação e má escolha de itinerário!
2.º Ponto: Falta de concentração. Ponto fácil e a opção era segura!
3.º Ponto: Bastante desnível, algum desvio mas essencialmente falta de pernas!
4.º Ponto: Algum desvio.
5.º Ponto: Alguma hesitação após chegar ao caminho.
6.º Ponto: Entrada na clareira antes e alguma fatiga acumulada.
7.º Ponto: Fatiga.
8.º Ponto: Algum desvio e algum tempo a relocalizar.
9.º Ponto: Ponto bastante técnico: Ritmo baixo e acabei por sair do caminho mais cedo do que queria.
10.º Ponto: Ponto bastante técnico: Desviei um bocado e não sabia quando descer!
A partir do 11.º ponto havia uma diferença técnica bastante elevada o que fez com que houvesse uma mudança de ritmo drástica. A partir do ponto 17 já estava a dar as últimas e a correr com bastante sacrifício (amei a maneira como este percurso me deixou a arrastar no fim da prova e a mudança técnica e de ritmo!)
(PASTOS)

Na quinta etapa cometi perdi muito tempo em apenas 1 ponto (Ponto de controlo 11), o que me custou 4 minutos!

Sexta Etapa, etapa que me correu melhor ficando em 25.º Lugar. Distância Média de 3.2km e 275m de desnível:


1.º Lugar:
25.º Lugar:


Naturalmente que estava à espera que a etapa que me corresse melhor seria a última e foi o que aconteceu.
Saí do triângulo de partida com o pensamento de que iria a um ritmo controlado e lento e que não iria cometer grandes erros. Neste último dia já estava habituado aos terrenos e ao tipo de cartografia (bastante simplificada). Então fiz uma prova controlada, o que chegou para o 25.º lugar.

Erros e razões pelo tempo perdido:

3 primeiros pontos: Ritmo bastante lento desviando sempre para zonas seguras o que me fez perder tempo.
4.º ponto: Ataquei com um ritmo elevado mas para o cume da direita.
5.º Ponto: Mudança para um ritmo lento e opção segura. Erro na zona do ponto!
7.º Ponto: Erro na zona do ponto e mudança de itinerário a meio da pernada.
8.º Ponto: Algum desvio.
9 & 10: Hesitação.
11.º Ponto: Erro na zona do ponto desviando bastante devido a falta de concentração.
13.º Ponto: Algum desvio mas rápido me apercebi do erro.
14, 15 & Finish: Ganha quem corre mais.

Assim acabo o meu balanço de França considerando-o bastante positivo em termos de melhorias técnicas e adaptação a este terreno. Foi um treino já a pensar no EYOC do próximo ano!


No próximo fim-de-semana competirei em H17 no Portugal O' Summer, que desde já vejo que foi mal concebida pela fraca publicidade e falta de informação técnica. Embora seja um WRE não há qualquer atleta internacional e é óbvio que será cancelado. Uma oportunidade de publicidade à orientação portuguesa e de trazer cá atletas de renome desperdiçada!
Nessa prova já usarei o meu GARMIN :)

Até lá!
Filipe Augusto.

domingo, 17 de julho de 2011

Campeonatos Regionais Absolutos em Pista 2011

Hoje de manhã participei nos Campeonatos Regionais Absolutos em Pista 2011 em Vendas-Novas na prova de 3000m. Fui sem expectativas visto que estou a descansar há mais ou menos 3 semanas. Acabei a prova não muito cansado mas com o tempo de 10mins e 44segs, dando à volta de 3.35min/km.
Ainda tenho mais uma semana para descansar e a partir daí vou trabalhar para melhorar bastante este tempo e a minha técnica na orientação. E é por isso que ainda irei participar, este verão, no WOC Tour.

Até lá.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Estágio de Verão

Nos dias de 5 a 8 de Julho dirigi-me a São Pedro da Gafanhoeira para realizar um estágio com João Cascalho, Tiago Baltazar e Diogo Barradas.

Apesar de estar em época de descanso decidi aproveitar esta oportunidade para me dar um pouco mais de experiência com o mapa, coisa que não posso fazer no Pinhal Novo.

Durante esses dias realizamos 3 treinos de sprint e 3 treino no mato, no total de 35.8km.

Agora descanso mas penso que ainda participarei nos absolutos de pista em vendas-novas caso transporte se confirme.

Até lá,
FA.

sábado, 2 de julho de 2011

Patrocínio

É com muito agrado que venho aqui tornar público o contrato que fiz com a CAT - Mobilift que decidiu apoiar-me.

É disto que o nosso desporto precisa, de mais patrocínios para os atletas e para os clubes dando mais visibilidade e maiores condições para competir.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Esbarrei-me

Já não vinha ao meu blog há algum tempo visto que tinha de estudar e não tive nenhum fim de semana livre até hoje. Por isso vou fazer então a análise do que tenho feito.

No fim-de-semana a seguir aos nacionais de desporto escolar fui para o Mundial de Desporto Escolar em Trentino, Itália. Na longa tentei-me controlar mas acabei por perder bastante tempo num ponto que me custou a prova, quedando-me pelo 29º lugar. Na média terminei com um 2mp, um deles proveniente após de um erro o que fez com que acelerasse bastante e ao ver o ponto a seguir esqueci-me completamente do outro. O 2º mp foi uma confusão com o balizado. Jurei a mim mesmo que não voltaria a fazer um mp vivendo todos os dias com a placa com o dito cujo e o meu nome no meu quarto.


//

No fim-de-semana a seguir, estágio de selecção. Impressão aqui.

//

No EYOC, podia ter trazido outra placa com mp. Desta vez no sprint. Cometi um erro burro que me custou um bastante bom lugar para a nossa selecção em M16.
Na longa estava tudo contra mim. Logo no ponto 1, erro pela escala do mapa e também falta de atenção, depois ponto 4, 5, 6 e 7. Parecia um novato!! Depois acordei e comecei a navegar e começou tudo a sair mais fluído, tarde demais no entanto. Esta prestação custou-me o lugar na estafeta. No entanto sou o primeiro a admitir que naqueles terrenos e naquelas condições, não consigo fazer a minha orientação.

Os nossos objectivos parecem patéticos depois dos resultados obtidos mas eram legítimos. Para mim foi uma grande experiência e grande lição como também um momento de observação do grande nível presente na orientação quer em M16 como em M18.

Agora, farei desde já os meus objectivos e meios para alcançá-los para a próxima época, que serão um tanto ou muito ambiciosos e "estúpidos" nos olhos alheios:

Quero ganhar mais experiência possível em Portugal para poder competir de igual para igual com os estrangeiros, como tal, vou passar a fazer as provas da taça em H20 ou Juniores que mesmo assim não chega dos mais elites H18.
Vou continuar a treinar bastante a minha corrida que apesar dos "portugueses correrem muito" não correm tanto nem em plano nem em mato como nossos adversários e farei bastantes treinos de simulação. Tentarei então para o ano fazer parte da Equipa de Estafetas em H18 no EYOC2012, alcançar o Top10 no Sprint e igualar a prova que o nosso Pedro Silva fez este ano na Longa.

Ambição e motivação neste momento não falta e é por isso que deixo aqui este post: para quando a motivação me faltar, me lembrar de quais são os meus objectivos ou das outras pessoas me lembrarem ou até apoiar.





...

Agora, descanso para o meu corpo se recompor para voltar a levar uma sova ainda mais brutal!

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Campeonato Nacional de Desporto Escolar de Orientação

Nos dias 13 a 15 de Maio decorreram os Campeonatos Nacionais de Desporto Escolar nas Caldas da Rainha e arredores.
Na tarde do primeiro dia decorreu, no parque das Caldas da Rainha, um Sprint em que os 12 primeiros passariam à fase seguinte para disputar uma "Final".
No primeiro sprint fiquei em segundo, mas perdi cerca de 30'':



Na final perdi cerca de 1'30'' mas acabei em segundo lugar.


(Estes sprints não contavam para a qualificação dos Campeonatos no entanto achei que estes não tenham sido justos visto que as partidas eram em massa e o percurso era diferente de atleta para atleta).

Nos dias seguintes houve então as provas que contavam para os campeonatos. 
Levei estes Campeonatos muito a sério visto que a minha competição aqui, é a minha competição nas restantes provas da Taça de Portugal etc. Também levei isto como um teste às minhas capacidades e físico para os Mundiais de Desporto Escolar em Itália.

Na geral fiquei em 4.º lugar, perdendo ainda tempo que não deveria perder:


Juvenis Masculinos
1º Luís Silva (ES Pinhal Novo) 2000.00 pontos
2º João cascalho (EB 2,3 Cunha Rivara) 1656.72 pontos
3º Miguel Ferreira (ES Palmela) 1546.89 pontos
4º Filipe Augusto (ES Pinhal Novo) 1449.70 pontos
5º Tiago Baltazar (ES Sampaio) 1427.44 ponto


No sábado à tarde, tivemos as estafetas em que a minha equipa (Eu, João Rato e Luís Silva) terminou em primeiro com uma larga vantagem, também quase confirmando logo o primeiro lugar colectivamente.
Eu fui o 1.º elemento da minha equipa e após ver que os meus "adversários" sprintaram até ao triângulo e lá ficaram, percebi que ia fazer uma estafeta solitária. E assim foi, sendo que, só após 30mins após ter acabado a minha prova, passa o 1.º elemento da outra equipa no ponto espectadores mesmo tendo perdido 2mins:





No fim, fomos consagrados Campeões Nacionais de Desporto Escolar. Para o ano há mais, mas não para Luís Silva que competiu pelo último ano pela Escola Secundária de Pinhal Novo mas terminou em grande.



Juvenis Masculinos
1º ES Pinhal Novo 673.40 pontos - Campeões Nacionais
2º EB 2,3 Júlio-Saul Dias 408.20 pontos
3º EB 2,3/S Lustosa 254.90 pontos



quarta-feira, 4 de maio de 2011

Um dia na selecção

No fim-de-semana passado, decorreu o primeiro estágio do Grupo de Observação para o EYOC na Marinha Grande em que eu estive presente apenas na tarde de sábado e no domingo.
Se o Tiago Aires diz que o estágio não foi perfeito em termos de organização, para mim o estágio o foi. Para mim, para o estágio ser perfeito, apenas bastou a bela da alimentação e os belos dos mapas que nos deram para as mãos. Que continue assim!

Então, no domingo de manhã dirigimo-nos para a pista para realizar a Prova de Observação de 3000m, onde acabei por ganhar no meu escalão com o tempo de 10:34 e com média ao km de 3:31. O tempo ficou muito aquém das expectativas, pois estava com grande carga durante 3semanas sem dias de descanso e o outro factor foi não estar a controlar o ritmo para o que queria atingir (3:15 - 3:20 min/km).

Depois dos 3000m voltamos para a floresta para realizar um treino de estafetas onde eu, juntamente com o Tiago Baltazar (equipa bastante homogénea e equilibrada) após realizarmos 5 percursos (eu 2 e ele 3) conseguimos o 3.º lugar!
Porém, ambos sabemos que poderíamos ter feito bastante melhor e aqui está o porquê da parte que me toca:


1º Percurso, erros:
Ponto 1
Ponto 5 - Alguma hesitação
Ponto 6 - Fui parar ao ponto errado!




2.º Percurso, erros:
Ponto 2 - Grande erro por hesitação e pressão (devido ao professor Daniel)
Ponto 8 (55) - Muito tempo perdido ao chegar ao cume do monte e não ter percebido que estava um bocado atrás do ponto e que este estava atrás da árvore!



Para o próximo fds há mais outro estágio de observação na Serra da Estrela em que a prova de observação será uma prova de Sprint. Estou bastante confiante!

-------------------------------------------------------------//-----------------------------------------


É de louvar o grande nível deste estágio e o espírito de grupo que se fez sentir como também se deve de agradecer o apoio de todos os técnicos presentes.



Todas as informações do estágio, mapas e resultados, aqui

domingo, 1 de maio de 2011

Campeonatos de Espanha

Nos dias 21 a 24 de Abril decorreu no mapa da Sierra de Horche em Guadalajara, os campeonatos de Espanha.


Este mapa foi o usado nos 4 dias (este é o meu mapa de distância média com o percurso traçado em que perdi cerca de 11minutos, nos pontos: 1, 2, 11 (o pior) e o 13. Acabando assim com um tempo total de 36 minutos, em que dava para chegar facilmente ao tempo vencedor):



No sprint também chegaria ao tempo vencedor facilmente se tivesse percebido que para o ponto 5 aquilo seria uma ponte e não tivesse hesitado para o ponto 9. Perdi cerca de 1'30 e acabei com 11:03:







sexta-feira, 15 de abril de 2011

3.º Orijunior

Nos dias 11 a 14 de Abril decorreu o 3.º Orijunior em Arraiolos em que senti que aproveitei ao máximo os treinos que foram dados.

O treino com que me dei melhor foi no treino de multi-técnicas de 11.7Km, onde primeiro teríamos de fazer o percurso em linha, depois um corredor e em seguida treino de janelas (liguei o GPS um bocado depois). No treino de janelas tirei mal a direcção num dos pontos mas nada de muito grave:


Para a semana participarei no Orijovem como monitor, penso que me fará bem pois poderei entrar nos mapas com calma.

domingo, 27 de março de 2011

Prova de Salto

Ontem e hoje decorreu no excelente terreno de Salto o Troféu Ibérico do Barroso onde foi predominante o bom tempo e as lindas paisagens quer da Barragem, quer da floresta.

Prossiga-se para a análise das provas.
Apesar de me ter adaptado bastante bem ao terreno e de estar fisicamente bem, o mesmo não se pode dizer da técnica, o que ficou bastante aquém.

Ontem, os pontos 3, 8, 10 e 12 foram os que perdi mais tempo, perdendo no total cerca de 20 minutos e terminando com uma prova de 49minutos numa média!







Em relação a hoje tudo me correu mal. Tenho a dizer que perdi cerca de 36 minutos e acabei a prova com 1hora e 35 minutos em apenas 6.8km.
Os pontos em que meti da melhor maneira as mãos pelos pés foram nos 5, 6 e 10.


Muito aquém das expectativas em relação à técnica. Estas duas semanas de estágios terei de aproveitar ao máximo.

domingo, 20 de março de 2011

Tenho saudades...

Tenho saudades dos tempos em que eu começava uma prova e era só eu e o mapa!
Ultimamente tem sido eu, a dor e um bocado de mapa. Dores causadas por grandes bolhas na planta do pé como estas [visionamento não aconselhável para as pessoas mais sensíveis]:


Ontem não foram estas bolhas que tive de suportar mas a dor no músculo da planta do pé. Sempre que metia o pé no chão era uma dor insuportável. Assim, fui incapaz de me concentrar no mapa fazendo um tempo mesmo lamentável:


Hoje custa-me a apoiar o pé no chão, espero que amanhã consiga correr minimamente.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Portugal O' Meeting & Meeting Internacional de Arraiolos

Na semana passada, decorreram as provas do P'O'M e MIA onde o meu clube saiu vitorioso!

Participei no POM com apenas duas semanas de treino mas já com objectivos: conseguir ser o melhor português. Apenas alcancei o lugar de 2.º melhor português, mas distante dos primeiros lugares.
Adaptei-me bastante bem aos mapas usados neste POM, em que os dois primeiros dias os mapas seriam bastante rápidos e os últimos dois dias seriam mais para "animais".
Cometi erros em todos os dias, sem que houvesse um único dia em que pudesse dizer que não tivesse cometido um erro grave que me custasse muito tempo, o que me fez com que me distanciasse dos estrangeiros.

No primeiro dia cometi erros enormes para o ponto de controlo 1; 5; e 10, perdendo 4 minutos nos dois primeiros e 2' no último. Apenas nesses 3 pontos perdi 10minutos. Fiz assim 1:04:07 (Não levei GPS)

No segundo dia, prova muito rápida onde fiz o pior parcial para o ponto 13, perdendo 5minutos. Fiz 31:14, desperdiçando a minha prova!


No 3.º dia perdi muito tempo para os pontos 8, 9 e 11:


No último dia, os grandes erros que cometi foram no ponto 3, 13 e 15, perdendo 17minutos no total apenas nesses dois e terminando com 1:16:36 :






Apenas 3 dias depois fui para o 2.º Meeting Internacional de Arraiolos e tentei não cometer os erros que cometi no POM.
Cometi ainda piores.
No 1.º dia havia uma parte rápida até ao ponto 6 e parte técnica do ponto 7 ao fim. Para o ponto 7 cometi logo grande erro custando-me cerca de 4:30! Terminei com o tempo de 40:33.
No 2.º dia cometi erros para quase todos os pontos, pensando que, sendo uma prova longa também seria de um mato rápido e não muito técnico. Enganei-me profundamente e terminei com o tempo lamentável de 1:50:59.



Agora é treinar bastante até ao Ibérico e esperar não cometer estes erros!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Troféu Ori-Estarreja e Ori-6 Relay

Ontem, no dia 26 de Fevereiro participei de manhã no Troféu Ori Estarreja e à noite no Ori 6 Relay.

Uma coisa que tenho vindo a notar de prova para prova é que maior parte dos erros que cometo são por falta de confiança em mim mesmo.

De manhã fui apanhado pelo Cascalho (mais uma vez) e acabei por ir com ele até ao ponto 5, onde este me disse que estavamos a ir na direcção errada, então segui-o e até o encontrarmos demoramos 15minutos! Prova impossível de recuperar, mas segui em frente, o POM está próximo e há que treinar!
Também cometi outro erro no controlo 18 onde, devido à escala do mapa (1:7500), andei demasiado para a frente.



E o que há-de haver melhor para treinar do que uma provinha à noite?
A minha equipa de estafeta era a ADFA B, onde me estava designado o 5.º percurso com 5km.
Acabei por partir em massa com os restantes que ainda não teriam partido por volta das 20:30.
Parti para a floresta bem à noitinha com um frontal de 9.90€ e blusa de mangas cavas, não há cá mariquices de MagicShines e outros faróis (se bem que dessem jeito)!



Andei bastante inseguro pois não via um palmo à frente, só sentia os montes quando os estava a subir.
Foi a minha primeira prova nocturna em floresta, gostei bastante da experiência e da adrenalina de me poder perder.
Cometi muitos erros pois decidi arriscar em muitos azimutes e passava por caminhos e não os via!


Para a semana há mais!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

4.º e 5.º ADE'O'

Ontem, dia 19 de Fevereiro decorreram a 4.ª e 5.ª etapa do ADE'O', nas quais eu participei mostrando o que valho, o que neste momento se iguala a "muito pouco".
Espero que pelo POM o meu físico já esteja razoável e que não cometa erros de distracção como nestas duas provas básicas.

De manhã cometi logo um grande erro para o 1 controlo:



À tarde grande erro para o ponto 10 e pouca confiança no resto de percurso:



domingo, 13 de fevereiro de 2011

FAIL!

Portanto, hoje decidi participar no Troféu Ori-Alentejo em Almeirim com partida em massa, porém tive de voltar as boxes.
Participei com equipamento de atletismo (mangas cavas e calções curtos) enquanto estava um frio e uma chuva desgraçada!
A caminho do ponto dois caí em cima das silvas e fiz um grande rasgão na perna deixando-me desconcentrado. Depois uma sessão de pasto aliada ao frio fez com que decidisse encostar às boxes. Se bem que no 200, no caminho de volta, eu, o João Rato e o Ricardo Reis decidimos fazer um despique para ver quem era mais rápido.
Parabéns Rato!

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Gouveia e Corta-Mato de Pavia

Após um mês parado decido ir à prova de Gouveia, que não correu muito bem para o meu lado visto que a minha medíocre forma física.

Treinei de bicicleta esta semana de modo a proteger o joelho lesionado, a conselho do meu treinador e hoje fui ao Corta-Mato do Campeonato do Alentejo.
Decidi começar lento e apoiar o meu colega Gabriel Martins, isto também a conselho do meu treinador. Porém a meio da prova decidi aumentar o ritmo para me testar. Foi uma prova dura tanto mental como fisicamente. Uma corrida de 4km com bastantes subidas depois de um mês parado. Gostoso!
Não acabei num grande lugar mas uma coisa posso concluir:
Já não estou lesionado!

Amanhã vou participar no Troféu Ori-Alentejo (Longa) com partida em massa em Almeirim. Vai ser bonito, e depois meto aqui o meu percurso.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Mais outro dia, mais outra desgraça!

Passados 7 dias de repouso, decidi treinar.
Fiz 45 mins de corrida contínua e acabei por perceber que ainda não estou nem totalmente nem parcialmente recuperado. São 2 semanas de repouso total no mínimo para recuperar. Seja o que Deus quiser!
Porém não se deve desanimar e manter focados os objectivos:

-Mundial de Itália onde nós, equipa de Juvenis da Escola Secundária de Pinhal Novo, fomos apuradíssimos:
Quero conseguir um pódio por equipas e um top10 no Mundial, há que recuperar, há que treinar, agora talvez me fique pela bicicleta..

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

COT

No passado fim-de-semana decorreu a primeira prova da época a contar para a Taça de Portugal, Coruche Orienteering Trophy, nos terrenos da Lamarosa e da Fajarda nos dias 8 e 9 de Janeiro respectivamente.
Embora lesionado do tendão do joelho resolvi competir e dar o meu melhor.


No 1.º dia, consegui ficar em 5.º lugar ganhando o meu colega de equipa da Escola Secundária do Pinhal Novo e de Clube, Luís Silva, mesmo tendo partido 3 minutos atrasado.










    1   4373 Luís Silva                   94 [090] ADFA          28:43 
    2  90145 João Marques                 94 [4300] EB23C Rivara 30:42 
    3   5185 Rui Oliveira                 95 [007] Ori-Estarreja 31:12 










 
 5   4797 Filipe Augusto               95 [090] ADFA             33:03 
 
 
 










Cometi um erro logo no ponto de controlo número 2 e assim o João Marques (João Cascalho) apanhou-me.







Vejamos:


No 2.º dia cometi alguns erros de direcção e de falta de confiança.
No ponto 6 e 16 foi onde perdi mais tempo. No ponto 14, onde tentei correr o mais depressa possivel, a dor da lesão apareceu e tive de andar durante um bocado. Acabei por fazer um esforço e aguentar a dor.
Apesar de tudo consegui o 4.º lugar no 2.º dia e 4.º lugar na geral.


    1   4373 Luís Silva                   94 [090] ADFA          38:32 
    2   3581 Tiago Baltazar               95 [133] GDU Azoia     48:10 
    3  90145 João Marques                 94 [4300] EB23C Rivara 48:38 
    4   4797 Filipe Augusto               95 [090] ADFA          50:23 





Assim, consegui o apuramento para os Mundiais Escolares de 2011 em Itália com:
Luís Silva,
João Rato,
Gabriel Martins e
Guilherme Jesus.

Foi um bom começo de época, agora objectivos:
Curar a lesão e uma boa classificação nos Mundiais!